Grande interesse na China para o Docol EV Design Concept

Mesmo que a indústria automotiva na China tenha testemunhado alguns anos de desaceleração, a China continua sendo o maior fabricante de automóveis do mundo, uma posição que ocupa desde 2008.

Em 2018, a produção anual de veículos na China foi responsável por mais de 30% da produção mundial de veículos, superando a da União Europeia ou da combinação entre os Estados Unidos e o Japão.

Para o gerente regional de vendas da SSAB Automotive, Yan Bing, o momento para ingressar na empresa siderúrgica sueca em 2001 não poderia ter sido melhor: foi no início dos anos 2000, quando a expansão da indústria automotiva realmente começou ganhar força na China, com uma classe média emergente e o desenvolvimento econômico da China como os principais impulsionadores.

“Minha carreira correspondeu quase perfeitamente ao período mais dinâmico da história da indústria automotiva da China e tenho muito orgulho de ser uma testemunha disso e participar da história”, ele afirmou.

Yan Bing nasceu em 1974 e foi criado em várias partes da China, do sul até o norte. Ele tem duas filhas, com idades de nove e quatro anos. Sua formação técnica é a ciência e engenharia de materiais.

Logo após o ingresso de Yan Bing na SSAB, em 2003, a empresa começou a fornecer a sua marca automotiva Docol, o aço avançado de alta resistência (AHSS), à indústria automotiva na China.

“A demanda do mercado hoje mudou significativamente em comparação a 2003. O AHSS tem sido amplamente aceito como o material leve mais importante para aplicações na indústria automotiva. As usinas siderúrgicas locais da China, como a Baosteel, também desenvolveram uma série de graus de AHSS e começaram a promovê-las no mercado chinês”, afirmou Yan Bing.

A respeito das tendências atuais do mercado chinês, disse que elas vão mais ou menos refletir as tendências do mercado global, como um uso maior de AHSS e uma maior concorrência com outros materiais leves, como o alumínio.

“A China pode focar mais no desenvolvimento de veículos elétricos a bateria (Battery Electric Vehicles - BEVs), enquanto a necessidade de proteção das baterias deve levar a uma maior demanda por graus de AHSS superiores, principalmente os graus martensíticos”, afirmou Yan Bing.
 
A SSAB apresentou recentemente o Docol EV Design Concept, que inclui ideias inovadoras – por exemplo, proteção das baterias em carros elétricos. Yan Bing disse que esse conceito conquistou grande interesse das montadoras de veículos elétricos na China.

“Como primeiro passo, alguns têm utilizado o Docol AHSS em peças essenciais, tais como travessas, para obter alta resistência e baixo peso ao mesmo tempo, embora ainda seja um desafio desenvolver toda a estrutura de proteção das baterias só com o AHSS. O conceito desempenha um papel de gatilho para estimular novas ideias, ao invés de um desenho pronto para orientar o design da estrutura da carroceria de automóveis. A cooperação entre as montadoras, os fornecedores do setor e a SSAB é fundamental para o sucesso.
 
“Ela está profundamente incorporada na cultura empresarial da SSAB para nunca parar de desafiar os limites de usabilidade do Docol AHSS, desenvolvendo graus cada vez mais fáceis de usar, que podem, em combinação com métodos avançados de fabricação, tais como a laminação em 3D, contribuir para que os clientes consigam realizar a redução do peso a um custo menor ou mais acessível”, afirmou.
 
Este ano, a pandemia da Covid-19 afetou muitos negócios em todo o mundo. Yan Bing admite que os negócios da SSAB na China não foram exceção, mas ele diz que continua otimista quanto ao futuro.

“Nossos negócios foram afetados devido à menor demanda dos clientes e à restrição de viagens. No entanto, a indústria automotiva na China está se recuperando gradualmente e estamos otimistas com a perspectiva para o segundo semestre de 2020”, ele afirmou.
Yan Bing
Yan Bing - Gerente de vendas da SSAB Automotive na China
“Nunca paramos de desafiar os limites da usabilidade do Docol AHSS”
180