180
Automotive insights Tornando realidade o aço que não emprega combustíveis fósseis
Docol, o aço automotivo

TORNANDO REALIDADE O AÇO QUE NÃO EMPREGA COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS

Uma análise do projeto HYBRIT da SSAB e do porquê das soluções sustentáveis para o ciclo de vida completo de um veículo estarem se tornando uma necessidade.

Antigamente, qualidade era o chamado “fator de higiene” na indústria automotiva – o fator básico que motivava a satisfação dos clientes. No entanto, muitos afirmam que outro fator agora tornou-se prioridade – a sustentabilidade.

Ao fazer uma retrospectiva da evolução da indústria nos últimos 20 anos, é difícil não concordar. As montadoras estão estabelecendo padrões e objetivos cada vez mais altos em relação à sustentabilidade. É comum, por exemplo, utilizar materiais de alta resistência, tais como o aço avançado de alta resistência Docol®, a fim de reduzir o peso dos componentes e aumentar a eficiência de combustível. Além disso, os veículos híbridos e elétricos estão bem estabelecidos no mercado e algumas montadoras estão até mesmo estabelecendo metas ambiciosas para eliminar totalmente as emissões de CO2 nas próximas três décadas.

Apesar dos efeitos destas medidas poderem ser profundos, é importante lembrar de algo. A sustentabilidade, em breve, será medida para toda a vida útil de um veículo e soluções apropriadas se tornarão uma necessidade.

O que julga o nível de sustentabilidade de um carro?

Hoje em dia, a sustentabilidade de um carro só é realmente julgada com base nas emissões do escapamento, mas conforme a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) nos mostra, tem muito mais coisa por trás disso.

Apesar de ser verdade que a fase de utilização de um veículo contribui para a maioria das emissões, as fases de produção e reciclagem também têm um efeito crucial nos níveis de emissões de gases de efeito estufa.

O que, então, terá que mudar se o CO2 também for considerado durante estes estágios?
A resposta é analisar a cadeia de suprimentos de forma mais crítica ao avaliar materiais, bem como escolher aqueles que exibem a menor pegada de carbono e que sejam de fornecedores que assumem responsabilidade por seus efeitos no meio ambiente.

Hybrit

HYBRIT - para aços que não empregam combustíveis fósseis

Na SSAB, queremos assumir responsabilidade por nossa contribuição às emissões mundiais de carbono. Para isso, iniciamos um projeto exclusivo para a produção de aços sem o emprego de combustíveis fósseis, chamado HYBRIT. Esse projeto, um empreendimento conjunto entre a SSAB, a LKAB e a Vattenfall, tem o objetivo de encontrar uma solução para a produção de aços sem o emprego de combustíveis fósseis. O presidente e CEO da SSAB, Martin Lindqvist, explica:

“A SSAB quer fazer parte da solução para a mudança climática. A transição para a produção de aços sem o emprego de combustíveis fósseis já começou e, agora, estamos definindo os detalhes de como será o futuro do empreendimento. Acreditamos que esse é o caminho certo a seguir e que criará muitas oportunidades de negócios interessantes para nós, enquanto empresa”.

No momento, são usados carvão e coque para reduzir o minério de ferro a ferro. Trata-se de um processo que gera grandes volumes de dióxido de carbono. A idéia por trás do HYBRIT é usar o hidrogênio, que tem sido produzido com eletricidade a partir de fontes isentas de fósseis. Em vez de CO2, as emissões, nesse caso, serão na forma de água normal. A Suécia e a Finlândia têm uma oportunidade única de estarem à frente de uma iniciativa para a produção de aços sem o emprego de combustíveis fósseis, graças ao bom acesso a energia elétrica ecológica e isenta de combustíveis fósseis, ao minério de ferro com a mais alta qualidade da Europa, bem como a uma indústria siderúrgica inovadora e especializada.

A iniciativa recebeu a autorização, no último inverno, para passar de um estudo de viabilidade para uma estação piloto. Agora, a construção está começando e a estação piloto deverá ficar pronta até 2020.

“Ao começar a construir a estação piloto, na qual desenvolveremos e ampliaremos a tecnologia para a produção de aços sem o emprego de combustíveis fósseis, estaremos dando um passo importante em direção ao objetivo da SSAB de ser isenta de combustíveis fósseis até 2045. Temos orgulho de fazer parte de uma importante e desafiadora guinada tecnológica, que pode resultar em nossa contribuição para solucionar a questão climática”, diz Lindqvist.

Leia mais sobre o projeto HYBRIT.
Inscreva-se para receber, gratuitamente, o nosso boletim informativo mensal Automotive Insights e também artigos relevantes e detalhados sobre os problemas que afetam o seu negócio.

Ao enviar este formulário, você aceita a nossa declaração de privacidade.