180
Automotive insights O futuro da laminação é em 3D - Uma técnica pioneira em que a resistência não é um entrave



O FUTURO DA LAMINAÇÃO É EM 3D

Uma técnica pioneira na qual a resistência não é um entrave

Em 2001, uma pequena empresa sueca foi pioneira na primeira tecnologia de laminação em 3D do mundo e ajudou a elevar a inovação para novos patamares na indústria automotiva.

A Ortic vem desenvolvendo máquinas e tecnologias para a laminação (roll-forming) de chapas de aço há mais de 30 anos. Cerca de 15 anos atrás, depois de ser motivada principalmente pela laminação em 2D, a empresa identificou as oportunidades oferecidas por graus cada vez mais resistentes de aço. Ela desenvolveu uma nova tecnologia, agora denominada laminação em 3D, que é útil especialmente para a indústria automotiva.

2D versus 3D

Com a laminação tradicional (2D), as chapas metálicas passam por uma série de suportes de rolos que sucessivamente transformam chapas planas na forma final exigida. O formato do perfil é o mesmo por todo o seu comprimento. A nova tecnologia da laminação dinâmica avançada (3D) faz com que a chapa alimentada passe por vários suportes de rolos individualmente móveis e controlados por computador, permitindo que haja variações ao longo do comprimento do perfil acabado. Ao possibilitar o curvamento do perfil ao longo de seu comprimento enquanto a laminação está em andamento, as possibilidades de componentes automotivos novos e melhores são muito maiores.

Um importante método para a indústria automobilística

Uma das razões pelas quais o método é tão valioso para os fabricantes de automóveis é que máquinas como as da Ortic são projetadas para ser usadas com aços conformados a frio em níveis extremamente altos de resistência. Na verdade, quanto maior a resistência do aço, mais adequado ele é para a laminação. No momento, a Ortic vem realizado com sucesso a laminação em 3D a 1,5 mm do aço Docol® 1500 da SSAB.

De acordo com Johan Eriksson, CEO da Ortic, “não vemos a resistência como limitação e esperamos poder trabalhar com materiais com resistência ainda maior em nossa laminadora 3D.” Uma das vantagens de usar aços de alta resistência para a laminação em 3D é que as propriedades do material são mais equalizadas, o que permite obter sempre o mesmo resultado, em uma única etapa. A laminação em 3D é uma alternativa aos tipos mais comuns de prensagem para conformação a quente ou a frio, pois é mais flexível e econômica.

Outra vantagem é que o processo é ecológico, pois o material é conformado em condições frias, sem a necessidade de novas ferramentas para cada perfil. Conforme a indústria automotiva continua a usar materiais mais resistentes para reduzir o peso dos componentes, o rolo da laminação em 3D se tornará cada vez mais importante.


VER O DOCOL® EM APLICAÇÕES

Inscreva-se para receber, gratuitamente, o nosso boletim informativo mensal Automotive Insights e também artigos relevantes e detalhados sobre os problemas que afetam o seu negócio.

Ao enviar este formulário, você aceita a nossa declaração de privacidade.