180
Automotive insights Dados equivalentes são fundamentais – como conduzir uma análise do ciclo de vida com precisão



COMO CONDUZIR UMA ANÁLISE DO CICLO DE VIDA COM PRECISÃO

Dados equivalentes são fundamentais 

Para compreender plenamente o quanto um carro produz de CO2, é preciso ir além da perspectiva do escapamento. É por isso que muitas pessoas da indústria automotiva estão adotando a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV). No entanto, é preciso se lembrar de algumas coisas muito importantes ao empregar a análise do ciclo de vida (ACV), especialmente ao escolher os materiais.

A análise do ciclo de vida ( ACV) é uma técnica usada para avaliar o impacto ambiental associado a todos os estágios da vida de um produto, desde a extração da matéria-prima até o processamento de materiais, fabricação, distribuição, uso, reparo e manutenção, bem como o descarte ou a reciclagem. Se o estágio mais prejudicial ao meio ambiente puder ser determinado, é possível reduzir com eficiência o impacto causado ao mesmo através do foco na realização de mudanças àquela fase em particular. Por exemplo, a fase de maior energia na vida de um carro é durante o uso por consumo de combustível. Uma das maneiras mais eficientes de aumentar a eficiência do combustível é reduzir o peso do veículo.

Dados equivalentes são fundamentais – como conduzir uma análise do ciclo de vida com precisão


No entanto, ao comparar diferentes análises de ciclo de vida entre si, é crucial que dados equivalentes estejam disponíveis a fim de identificar a prática mais sustentável, tanto para os produtos quanto para os processos em questão. Ou seja, não tente comparar maçãs com laranjas. Se um produto tem uma disponibilidade muito maior de dados, não é justo que ele seja comparado com outro produto que tenha dados menos detalhados. O resultado disso seria a tomada de conclusões incorretas, as quais anulariam a finalidade original de realizar uma ACV. 

Caso você, engenheiro automotivo, esteja interessado em ver o ciclo de vida total de um veículo, é possível usar uma excelente ferramenta chamada Automotive Energy & GHG Model (“UCSB Model”). O modelo, desenvolvido pela Universidade da Califórnia em Santa Barbara, ajuda os usuários a analisarem o impacto ambiental dos designs de novos veículos utilizando a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV). Obtenha-a aqui.

Para mais informações sobre a análise do ciclo de vida (ACV) em geral, visite este link.

Como o aço é medido?

Analisemos o aço como exemplo de reduzir a emissão de CO2. A imagem abaixo mostra que o aço apresenta uma vantagem em comparação a alguns materiais leves, pois emite menos CO2 ao ser produzido. No entanto, também existe uma diferença entre os aços. A SSAB possui um dos processos de fabricação de aço mais limpos do mundo e, ao usar aços avançados ou de ultra-alta resistência, você pode reduzir ainda mais as emissões, pois estará usando menos aço.

A imagem abaixo mostra que o aço possui uma vantagem em comparação a outros materiais leves, pois emite menos CO2 ao ser produzido. No entanto, também existe uma diferença entre os aços. A SSAB possui um dos processos de fabricação de aço mais limpos do mundo e, ao usar aços avançados ou de ultra-alta resistência, você pode reduzir ainda mais as emissões, pois estará usando menos aço.


Inscreva-se para receber, gratuitamente, o nosso boletim informativo mensal Automotive Insights e também artigos relevantes e detalhados sobre os problemas que afetam o seu negócio.

Ao enviar este formulário, você aceita a nossa declaração de privacidade.