180
Triturador agroflorestal tem aumento de vida útil e fica mais leve com uso de aço de alta resistência
27 de maio, 2020 11:19 CET

Triturador agroflorestal tem aumento de vida útil e fica mais leve com uso de aço de alta resistência

Em parceria com a fabricante de aços de alta resistência SSAB, a Petrotec produziu o TRITUCAP® com o aço Hardox®, proporcionando ao cliente final um equipamento mais produtivo, com redução de peso e otimização na afiação das facas do produto

Triturador agroflorestal

Há quatro anos, a Petrotec, empresa líder na fabricação de equipamentos para construção civil, ingressou no ramo agrícola para aproveitar seu know-how em produzir máquinas, dando origem ao projeto TRITUCAP®, trituradores agroflorestais de alta performance. Buscando melhorias e visando um equipamento robusto com baixa manutenção e de fácil operação, a empresa realizou benchmarking com uma companhia americana que já utilizava o aço Hardox® da SSAB, multinacional sueca líder mundial na fabricação de aços de alta resistência, e há quase três anos, inseriu o aço nas facas de corte do produto. Os benefícios do uso do aço Hardox® para o cliente final foram um incremento de 60% em vida útil das facas, redução de 15% no peso das facas, além de um tempo maior de afiação das facas - a cada dois ou três dias.

Para Eduardo Ferreira, gerente executivo da Petrotec, a principal motivação para o uso do aço Hardox® no equipamento se deu pela confiabilidade nos materiais da SSAB. “Enxergamos onde poderíamos melhorar o equipamento e assim, houve a possibilidade de trazer inovação para a área agrícola, que é o pilar da nossa economia. O aço Hardox® veio para ficar: conseguimos entregar um material melhor e garantia para o cliente final, além do aumento de segurança e manutenção relacionado às características anti-quebra e anti-abrasiva, respectivamente”.

Com o uso do material antigo, o aço 5160, os clientes tinham quebra de atividade da máquina, além de avarias em todo equipamento. “Começamos com o aço 1045, passando pelo 5160, e depois, chegamos ao aço Hardox®, passando pelo aço Hardox® 500 e aço Hardox® 550. Com a ajuda da engenharia da SSAB, que nos apoia muito, melhoramos o material em três níveis de dureza do aço até encontrar o nível desejado: com o aço Hardox® 600, os testes foram excepcionais”, comemora o gerente executivo.

Hoje, o aço de alta resistência da SSAB está presente em todos os trituradores da Petrotec. “Trabalhamos com o aço Hardox® 600 para linha pesada, intermediária e leve”, comenta Eduardo. “O aço Hardox®, devido a sua alta tenacidade, absorve o impacto, evitando quebras, em comparação ao aço comum 5160. A tenacidade ajuda não só a evitar quebras nas facas e carcaça, mas também, em todos os componentes, como estrutura e rolamentos”, avalia o gerente executivo.

Na Petrotec, o processo de produção do TRITUCAP® pulou a etapa da têmpera do material. “O aço Hardox® já vem temperado de origem, o que nos garantiu maior confiabilidade na dureza do produto”, destaca Eduardo. Outra vantagem em relação ao uso do aço Hardox® é em relação ao peso, pois a Petrotec trabalha com chapas mais finas. “Assim, desoneramos o preço ao cliente final, pois os pedidos são feitos por quilo - outra característica que auxilia na tomada de decisão contra o custo-peso de aços comuns”.

Triturador agroflorestal

Para Eduardo, os grandes desafios de qualquer indústria são a qualidade do produto e o pós-venda aliados à consultoria para o cliente. “Trabalhamos em busca de solução e não em venda de máquina a qualquer custo e preço. Com essa visão, apresentamos o quanto ele ganhará com a máquina, resolvendo seu problema e economizando em relação a eficiência e operação, ou seja, uma consultoria. Também posso dizer que o pós-venda é essencial para o agricultor, pois ele é muito carente em assistência hoje no Brasil. Com produtos de qualidade, como os aços Hardox® e Strenx® fica mais fácil atingir esse objetivo”.

Para o futuro, a Petrotec tem um projeto em andamento para aliar os aços Hardox® e Strenx® no TRITUCAP®, em que toda sua carcaça será produzida com o aço Strenx® 700 MC. “Estamos na fase de corte e dobra e em 30 dias teremos o equipamento novo com o aço Strenx®, que nos proporcionará um produto mais leve, com maior absorção de impacto e com mais resistência na estrutura mecânica. Acreditamos que com a retomada da economia, será viável colocá-lo em prática”, diz Eduardo.

Em quatro anos, foram produzidos pouco mais de 450 TRITUCAPs e vendidos no Brasil e para países como Paraguai por exemplo, gerando um crescimento de 130% nos últimos dois anos para a Petrotec. “A SSAB é uma grande parceira, pois nos fornece aços de qualidade, assim como todo apoio técnico em novos projetos. Nossos clientes são exigentes em durabilidade e confiabilidade dos equipamentos, por isso não abrimos mão dos produtos da siderúrgica”, enfatiza Eduardo Ferreira.

Diego Rigoletto, gerente de vendas regional da SSAB, esteve à frente do projeto junto à equipe da Petrotec. “A SSAB trabalha com a empresa há três anos sempre muito próximo, visando essa evolução e entendo o comportamento do aço, e isso vai abrindo oportunidades. Com o projeto com o aço Strenx®, visamos a parceria para o programa “My Inner Strenx” e buscamos sempre melhorar o que estamos trabalhando para os dois lados. Espero que se perpetue por muito tempo”, finaliza.