O Swedish Steel Prize é concedido anualmente pela SSAB, líder mundial em aço de alta resistência e chapas antidesgaste, para premiar os produtos e soluções mais inovadores no uso de aços de alta resistência. O vencedor será anunciado em uma cerimônia em Estocolmo, no dia 19 de novembro.

As colheitadeiras florestais normalmente apresentam uma construção de estrutura dupla com a lança do guindaste montada na parte frontal ou lateral da cabine do operador. A cabine geralmente é estática e a lança posicionada à frente do operador limita sua visibilidade. O Ponsse Scorpion tem uma lança do guindaste simétrica, possibilitando que o operador fique sentado no centro de todos os movimentos. Proporciona ao operador total visibilidade e um ambiente de trabalho confortável e eficiente.

“Um de nossos clientes queria uma cabine do operador rotativa”, diz Juha Inberg, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). “Todos, inclusive a alta administração, foram motivados a desenvolver algo totalmente novo, algo que possibilitasse um avanço real no setor. Nós desenvolvemos layouts em 3D e decidimos que a nova máquina deveria ter muito mais do que uma cabine rotativa. A maior vantagem do novo Ponsse Scorpion é que ele melhora significantemente a ergonomia, aumentando, deste modo, a produção”, explica Inberg.

Ergonomia aprimorada e total visibilidade em todas as direções com menos oscilação lateral na cabine durante a operação fazem com que o trabalho do operador se torne essencialmente mais fácil e mais seguro, além de melhorar a qualidade da colheita. O Scorpion é mais ecológico devido aos seus longos intervalos de manutenção, tecnologia do motor com baixa emissão e baixa pressão superficial. O peso da colheitadeira é dividido igualmente entre as oito rodas.

A SSAB e a Ponsse trabalham em parceria há muito tempo na utilização de aços de alta resistência para a aplicação em máquinas de florestas densas. A SSAB contribui fornecendo ao cliente suporte técnico, escolha do material e oficinas de especialização. O aço de alta resistência Strenx 700 MC Plus pode ser encontrado no único guindaste de dois braços acima da cabine do operador e junto com o aço fundido, de forma inovadora. Para a estrutura, o Strenx 700 foi escolhido devido às cargas elevadas, tensões e resistência à fadiga. O aço de alta resistência – por exemplo, Strenx 700 – também é utilizado no chassi, permitindo seu design único com três elementos. O cabeçote da colheitadeira é composto pelo Hardox 500 resistente ao desgaste, o que proporciona uma boa resistência à abrasão.

O poderoso guindaste é fácil de controlar, a cabine é silenciosa e o posto de trabalho é otimizado para o conforto. Ao utilizar aços de alta resistência, o peso total da colheitadeira diminui, ajudando na mobilidade em terrenos acidentados. O peso reduzido permite a adição de mais rolamentos, o que proporciona ao Ponsse Scorpion sua estabilidade única. Além disso, o consumo de combustível foi reduzido e os movimentos da lança são mais rápidos. A baixa pressão superficial da máquina é um benefício para trabalhos em solos moles. A Ponsse Scorpion está em produção desde 2014 e existem mais de 200 máquinas em campo em cerca de 30 países. A Ponsse patenteou o guindaste e a disposição da cabine, a estrutura tripla, o sistema de estabilização da estrutura e o mecanismo codificador do nivelamento da cabine. Todas as colheitadeiras Scorpion são produzidas na unidade de produção Ponsse na Finlândia.

O júri do Swedish Steel Prize:
Ao desenvolver sistematicamente as colheitadeiras florestais com foco no operador, a Ponsse criou uma nova geração de colheitadeiras que melhoraram significantemente a ergonomia do operador. Aumento na funcionalidade, maior produtividade e menos dano causado ao solo são obtidos sem qualquer aumento de peso. Isto é obtido por meio de soluções de design exclusivo, que utilizam todas as vantagens do aço de alta resistência no chassi, braços do guindaste, cabeças de corte e chapas antiderrapantes. O aço de alta resistência de impacto garante uma operação segura em baixas temperaturas.

Concedido pela primeira vez em 1999, o Swedish Steel Prize existe para inspirar e aumentar o conhecimento sobre o uso dos aços de alta resistência para desenvolver produtos mais leves, mais seguros e mais ecológicos. 

O vencedor do Swedish Steel Prize receberá um prêmio de 100.000 coroas suecas e um troféu desenhado pelo artista Jörg Jeschke. A cerimônia de premiação é parte de um evento de três dias, no qual aproximadamente 600 representantes internacionais do setor de manufatura e aço em todo o mundo participarão de seminários e visitas à SSAB.

Para mais informações, entre em contato com:
Marie Elfstrand, diretora de comunicações externas, tel. +46 8 454 57 34
Susanne Nordhqwist, chefe de eventos e conteúdo, tel. +46 155 254 381

Para imagens, acesse o mediabank da SSAB.
Saiba mais sobre o Swedish Steel Prize em www.steelprize.com