180
13 de julho, 2017 Hardox, Wear Resistant Steels

Como identificar o verdadeiro Hardox, produzido pela SSAB

Siderúrgica sueca dá dicas sobre como identificar as verdadeiras chapas antidesgaste Hardox e se atentar às falsificações do aço de alta resistência

Pensando em como evitar possíveis cópias ilegais do aço de alta resistência Hardox no mercado brasileiro, a SSAB, siderúrgica fabricante de aços de alta resistência com unidades produtivas na região nórdica e nos Estados Unidos, reuniu algumas medidas para reconhecer o produto, garantindo segurança e qualidade para seus clientes e usuários finais e também, evitar prejuízos. As chapas de aço Hardox têm diversas grades de durezas (350 a 650 Brinell), ampla faixa de espessuras, dimensões e características próprias e únicas, e assim oferecendo opções para reduzir o desgaste de produtos ou equipamentos, reduzir o tempo de fabricação, aumentar a vida útil e aumentar a produtividade das operações.
“Todas as chapas Hardox são numeradas e contêm um certificado individual, o que demonstra a autenticidade do material”, afirma Diego Rigoletto, Gerente Regional de Vendas da SSAB.

É possível identificar o verdadeiro aço Hardox a partir de dois exemplos: pelas chapas grossas laminadas a quente, com dimensão padrão de 2500 x 6000 (fabricadas na Suécia e nos EUA) e pelas tiras laminadas a quente e a frio, com dimensão padrão de 1500 x 5800 (fabricadas na Suécia e Finlândia). Lembrando que outras dimensões disponíveis também possuem a mesma marcação.

Para a chapa grossa laminada a quente, Diego conta que toda chapa tem uma marcação puncionada indicando sua grade e sua identificação (número de lote e chapa) e uma pintura amarronzada, o que facilita a identificação pela cor. “Essa pintura refere-se a um primer de proteção contra corrosão atmosférica”, diz.



Toda chapa tem diversas informações impressas nas cores branca ou preta, com a dimensão impressa - no exemplo, 15 x 2500 x 6000, vem com a marcação da grade do Hardox: Hardox 450, 500, 550, etc., e estampa o nome da usina. “No nosso caso, SSAB significa Ssvenskt Stal A.B. - Aço Sueco S.A.” comenta. Além disso, o aço também tem o nome da cidade e estado onde a usina está localizada, como por exemplo, Oxelosund (Suécia) e Alabama (EUA). Todas as chapas são entregues com bordas aparadas também.

No caso das tiras laminadas a partir de bobina, o material vem em fardos embalados, que são identificados por meio de etiquetas alocadas em cada um, com as seguintes informações: a indicação da grade do Hardox, o nome da usina, que este material é produzido somente na Suécia (SSAB EMEA AB, Sweden) e sua dimensão – no exemplo, 4 mm x 1500 x 4020.

Os dois casos – chapas grossas e tiras laminadas - trazem o número da corrida e o número da chapa. “Esta informação liga cada chapa a um certificado de qualidade”, conclui Diego.

Em resumo, todas as chapas ou bobinas da SSAB vêm com uma identificação com:
- Espessura;
- Largura e comprimento;
- Número de lote e chapa (nos casos de chapas grossas);
- Nome do material (Hardox);
- Grade: Hardox 400, 450, 500 etc.;
- Usina onde foi produzida.

Primer e bordas aparados são importantes neste processo também.



Para obter informações adicionais, favor contatar:
Carla Lopes, Gerente de Marketing América do Sul
SSAB Américas
Telefone: +55 11 3303 0819
Celular: +55 11 98305 8790 E-mail: carla.lopes@ssab.com

Mais informações para a imprensa – SSAB
COMMUNICA BRASIL
(55 11) 3868-0300
Andrea Funk - andrea@communicabrasil.com.br
Marcela Martinez - marcela@communicabrasil.com.br
www.communicabrasil.com.br